No  dia 16 de maio de 2021 a Associação Besouro Mangangá  completa 50 anos, e  para comemorar essa data especial realizamos algumas atividades, dente elas o Plantio de 50 mudas de Árvores em homenagem há grandes Mestres de Capoeira.

Todas as mudas foram doadas pela Secretaria de Meio Ambiente da cidade de São José dos Campos, e plantadas por alunos da Associação, que prestaram homenagem a 50 Mestres  de Capoeira, que tem um papel muito importante na nossa sociedade.

download.jpg

Esdras Magalhães dos Santos - Mestre Damião

Naturalidade: Sergipe

Associação ou grupo pertencente: Associação Desportiva e Cultural Besouro Mangangá Capoeira

Biografia:

Discípulo de Mestre Bimba, Mestre Damião foi o grande responsável por levar Mestre Bimba ao Rio de Janeiro e a São Paulo. Foi também um dos principais precursores da Capoeira Paulista.
Foi militar da Aeronáutica, Advogado, Escritor e é claro, um grande Capoeirista. É o autor de "Conversando sobre a Capoeira", livro lançado em 1996 e do artigo "A verdadeira história da criação da luta Regional Bahiana do Mestre Bimba". Fundou a Associação Besouro Mangangá Capoeira em 16 de maio de 1971, juntamente com seu filho Esdras Filho (Mestre Esdras) e Everaldo Bispo de Souza (Mestre Lobão).

Homenageado por Anderson Gouveia

 
27023343_1948756421805431_32682258097339

Everaldo Bispo de Souza - Mestre Lobão

Naturalidade: Itabuna - BA

Associação ou grupo pertencente: Associação Desportiva e Cultural Besouro Mangangá Capoeira

Biografia: 

Nasceu em 07 de junho de 1952, na cidade de Itabuna-BA. Começou a fazer capoeira nos anos 60 em sua cidade natal treinando com os Mestres Antônio Rodrigues e Luiz Medicina. Veio para São Paulo, atrás do sonho de uma vida melhor e por indicação do estimado Mestre Medicina, passou a treinar com Mestre Suassuna, no grupo Cordão de Ouro onde se formou na turma de 1970.
Em São Paulo conheceu Esdras Filho e o Tenente Esdras Magalhães – Mestre Damião, juntamente com eles, Lobão ajudou a fundar a primeira academia de Capoeira do Vale do Paraíba na cidade de São José dos Campos em 1971 a academia “Besouro Mangangá”. Mestre de Capoeira há 50 anos,  é reconhecido e respeitado por onde passa, tornando-se referência para a capoeira nacional e internacional.

​Participa anualmente de eventos nacionais e internacionais de capoeira. Já esteve, à convite de outros mestres, em países como Estados Unidos, Canadá, França, Áustria, Bélgica, Inglaterra, Suécia, Nova Zelândia entre outros. Ministra aulas, realiza cursos, palestras, workshops e já levou a Capoeira até para o cinema nacional atuando em 3 filmes.

Como um grande incentivador da capoeira nacional, com criatividade e competência, ao longo desses 50 anos Mestre Lobão vem superando os desafios de se viver de capoeira. Mas com seu trabalho, consegue a cada dia conquistas que dão sentido e significado para a capoeira que o tornou um mestre. Recebeu o Prêmio Viva Meu Mestre do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (2010) e o Mestre Cultura Viva, pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo (2014). Participa ativamente do grupo de Salvaguarda da Capoeira –SP junto ao IPHAN.

Em sua trajetória de vida como capoeirista além de pioneiro com a Academia de Capoeira Besouro Mangangá em São José dos Campos e Mestre de capoeira, Everaldo Bispo também é formado em Educação Física e Pós-Graduado em Treinamento Desportivo, atua como Técnico da Delegação de Capoeira do município de São José dos Campos, tendo expressivos resultados com seus atletas nos Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior. Por acreditar sempre na educação e na necessidade do aprendizado, Everaldo Bispo de Souza construiu uma formação sólida como profissional e como Mestre Lobão conseguiu fazer da sua arte, em praticar e vivenciar capoeira,  uma história de vida.

Homenageado por Alexandre Consíglio.

 
Picture2.png

Ubirajara Guimarães Almeida - Mestre Acordeon

Naturalidade: Salvador - BA

Associação ou grupo pertencente: 

Biografia:

Ubirajara (Bira) Guimarães Almeida (Nascido em 1943), mais conhecido como Mestre Acordeon, é natural de Salvador, Bahia, Brasil, e mestre da arte popular brasileira Capoeira. Sua reputação internacional como professor, intérprete, músico, organizador e autor são construídos após cinquenta anos de prática ativa, bem como pesquisas sobre as origens, tradições, conotações políticas e tendências contemporâneas da Capoeira. Mestre Acordeon viajou extensivamente para promover a Capoeira fora do Brasil.

Acordeon foi aluno do lendário Mestre Bimba no final da década de 1950, e começou a ensinar capoeira no início da década de 1960. Em 1966, fundou o Grupo Folclórico da Bahia, que realizou o espetáculo Vem Camará: Histórias de Capoeira, no Teatro Jovem, (http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_teatro/index.cfm?fuseaction=cias_biografia&cd_verbete=630) no Rio de Janeiro. O espetáculo apresentou uma abordagem à Capoeira que influenciou uma nova geração de jovens capoeiristas e afirmou o conceito de Grupo de Capoeira e da capoeira regional de hoje. Ganhou três Campeonatos Nacionais de Capoeira na década de 1970.

No final de 1978, Mestre Acordeon chegou aos Estados Unidos e logo introduziu capoeira na Costa Oeste. Em 1979 tornou-se um ponto de virada na trajetória de crescimento global da Capoeira. Desde então, e nas últimas quatro décadas Mestre Acordeon tem sido a luz guia para uma geração de praticantes de Capoeira que o seguiram para o norte para viver bem no exterior através de sua arte.

Mestre Acordeon mantém a Associação Unida de Capoeira (http://capoeira.bz) (UCA) com várias escolas associadas. Também criou a Fundação de Artes de Capoeira (http://capoeiraartsfoundation.org/) em Berkeley, Califórnia, que patrocina a UCA e o Projeto Kirimurê, (http://projeto kirimure.org) programa social para crianças do bairro de Itapoã, (https://web.archive.org/web/20071026152549/http://ibahia.globo.com/salvador/itapua.asp) em Salvador, Bahia, Brasil.

Acordeon gravou 9 CDs, produziu 3 DVDs e é autor de artigos de revistas e livros sobre Capoeira, incluindo Água de Beber, Camará: A bate Papo de Capoeira, e o Capoeira Arts Café: An Academia de Capoeira. Seu livro Capoeira: A Brazilian Art Form, foi o primeiro livro deCapoeira em inglês. Recebeu honrarias em apoio à sua prática, ensino e pesquisa da Capoeira. Entre eles, no Outono de 1994, ele se tornou o primeiro "artista" a receber o Tinker Visiting Professor ship na Universidade de Wisconsin-Madison. Em 2008, em reconhecimento aos seus trinta anos de trabalho contínuo na Costa Oeste, a cidade de Berkeley proclamou 18 de outubro como o Dia do Mestre Acordeon.

O esforço mais recente de Mestre Acordeon foi uma reminiscência em sua audácia de sua jornada original para trazer capoeira para a Costa Oeste dos Estados Unidos há quase quarenta anos. Aos 70 anos, no Dia do Trabalho de 2013, ele, sua esposa Suellen Einarsen e nove de seus discípulos embarcaram em uma viagem de bicicleta de 22.500 km de Berkeley até sua cidade natal, Salvador da Bahia, no Brasil. Seu objetivo era arrecadar fundos e conscientização para o Projeto Kirimurê (http://projetokirimure.org) através da realização de um documentário e um CD musical sobre o desenvolvimento da Capoeira nas Américas e sobre a longa jornada de um ano. Em www.b2bjogacapoeira.com você pode encontrar um trailer (https://vimeo.com/102928196) do trabalho até agora concluído.

Mestre Acordeon ainda passa grande parte do seu tempo viajando pelo mundo para ensinar Capoeira. Todos os anos milhares de estudantes de Capoeira em todo o mundo viajam longas distâncias para ter a chance de aprender com ele.

Homenageado por Renata Pereira Cruz

 
WhatsApp Image 2021-05-15 at 14.22.58.jp
 

Hélio José Bastos Carneiro de Campos - Mestre Xaréu

Naturalidade:

Associação ou grupo pertencente: Ginga Associação de Capoeira

Biografia:

Diplomado em Educação Física pela Universidade Católica de Salvador, Hélio José Bastos Carneiro de Campos é doutor livre docente em Educação Física pela American World University of Iowa, Estados Unidos, e doutor em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia. É professor-titular da Escola Superior de Educação Física da Ucsal, onde ministra a disciplina Ginástica Analítica, e professor adjunto na Universidade Federal da Bahia, responsável pelas cadeiras de Ginástica Estética e Treinamento Desportivo. Na Unime leciona Metodologia Científica.
É docente de diversos cursos de pós-graduação em Educação Física, em universidades da Bahia (Ufba, Ucsal, Uneb e Unime) e do Rio de Janeiro (Gama Filho e Castelo Branco). Foi sócio fundador da Academia Movimento, coordenador de atletismo da Secretaria Estadual de Educação e técnico de atletismo da Seleção Baiana Escolar, da Federação Baiana de Atletismo e da Seleção Brasileira de Atletismo Juvenil.

Formado em Capoeira pela Academia de Mestre Bimba, ostenta o título de Mestre Xaréu. Implantou na Universidade Federal da Bahia a disciplina Capoeira na Prática Desportiva, ensina Educação, Cultura e Capoeira no curso de pós-graduação da Faculdade de Educação Física da Ufba e coordenou o I Seminário de Capoeira da Universidade Federal da Bahia. Foi fundador e vice-presidente da Ginga Associação de Capoeira, fundador da Federação Baiana de Capoeira e autor do projeto que outorgou, post mortem, ao Mestre Bimba o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal da Bahia.
Pesquisador, conferencista e escritor, Hélio Campos é autor de dezenas de artigos técnicos publicados em revistas e jornais especializados. Possui três livros editados: ‘Capoeira na Escola’, ‘Capoeira na Universidade’ e ‘Manual de Orientação para Elaboração de Monografia’.


Texto publicado na página  255 do livro
‘Bahia, Terra da Felicidade’,
de Ubaldo Marques Porto Filho,
editado em 2006.

Homenageado por Zuleika Stefânia Sabino Roque

gingoterapia_01_bx.png

Geraldo Sebastião Pinto Sobrinho - Mestre Geraldinho

Naturalidade:

Associação ou grupo pertencente: Cordão de Ouro

Biografia:

Geraldo Sebastião Pinto Sobrinho  (Mestre Geraldinho) pertence ao grupo Cordão de Ouro Santa Maria, iniciou na capoeira quando tinha 13 anos de idade. Treinou com um aluno do Mestre José de Freitas em Perus , também com Mestre Ivan na Brasilândia e nos anos 70 ingressou na Cordão de Ouro, onde se formou e passou a conviver com Mestre Joel, Mestre Leopoldina, Mestre Mello, Mestre Suassuna e foi onde conheceu Mestre Lobão.

Para Mestre Geraldinho, os benefícios que a capoeira conferiu à sua saúde, são transmitidos há décadas em sua Academia e de modo especial, criou a metodologia denominada Gingoterapia, que é focada na terceira idade, demonstrando o quão a música, a oralidade e os movimentos de capoeira contribuem para o envelhecimento ativo.

Homenageado por Franklin Adson Roque

 
1.jpg

Reinaldo Ramos Suassuna - Mestre Suassuna

Naturalidade: Ilhéus - BA

Associação ou grupo pertencente: Grupo Cordão de Ouro

Biografia:

Reinaldo Ramos Suassuna, nascido em Ilhéus e criado em Itabuna, começou a praticar capoeira em Meados do Anos 50 devido a orientação médica para praticar esportes e tratar assim de um problema de deficiência nas pernas. Teve seu início capoeirístico em Itabuna, tendo como seu 1º mestre o mestre Maneca aluno de M. Bimba e Zoião. Anos depois em 1972, mestre Bimba visitou mestre Suassuna em São Paulo e reconheceu o seu trabalho através de um Certificado.
Um dos mais importantes mestres que a capoeira já conheceu. Líder inconteste da capoeiragem em São Paulo e na região de Itabuna, de onde veio. Realizou o que para muitos era um sonho e uma meta, principalmente para mestre Bimba e seus discípulos: instalar definitiva e solidamente a capoeira no coração de São Paulo, a maior metrópole do país. Foi por eles reconhecido, nas palavras de mestre Decânio, como “o apóstolo de mestre Bimba em São Paulo”, liderando o grupo de pioneiros que aqui se encontravam. Daqui, a capoeira ganhou o mundo, e consolidou sua internacionalização. Fundador, em 1967, do Grupo de capoeira Cordão de Ouro, um dos mais expressivos grupos da capoeira brasileira e mundial, mestre Suassuna é o principal responsável pela preservação do que há de melhor na movimentação e na arte da capoeira. Continua até hoje formando os seus "bambas" e orientando a todos que o procuram.
Entre os muitos capoeiristas que mestre Suassuna conheceu, dois foram de extrema importância para o desenvolvimento de seu trabalho, João Batestaca, ou mestre João Grande, discípulo de mestre Pastinha e mestre Canjiquinha. mestre João Grande influenciou o famoso Miudinho que é uma angola sarada que joga em cima, joga embaixo e joga dentro. mestre Canjiquinha, artista que também era, influenciou toda a carreira artística de mestre Suassuna.
Mestre Suassuna reinventou as seqüências da capoeira e tem um vasto trabalho artístico e musical.
Tão importante no nosso tempo quanto foram mestre Bimba e mestre Pastinha no século XX, mestre Suassuna é ícone na capoeira e tem reconhecimento internacional com discípulos atuando em vários países do mundo.


Fonte: https://www.last.fm/pt/music/Mestre+Suassuna/+wiki

Homenageado por Fabrício Gouveia dos Santos

 
327590_2270003913414_1114972355_o.jpg

Siomara Sousa Santos - Mestra Mara

Naturalidade: Santa Cruz da Vitória - BA

Associação ou grupo pertencente: Grupo Herança Cultural

Biografia:

Mestra Mara - Siomara Sousa Santos, nascida em Santa Cruz da Vitória, na Bahia, começou a treinar em 1982 em Guarulhos SP com seu irmão Mestre Chuveiro. Com vocação de atleta, Mestra Mara praticou alguns esportes mas se encontrou mesmo foina Capoeira. Nos anos 90 participou de vários campeonatos conseguindo ótimos resultados, foi Campeã Brasileira, Campeã Paulista e Tetra Campeã Guarulhense.
Mestra Mara é "Vice Presidente" do grupo Herança Cultural, sendo uma referência do protagonismo feminino, tem como característica marcante sua alegria contagiante. Com uma comunicação tanto corporal quanto verbal ímpar, Mestre Mara também participou de atividades em Singapura, Itália, Japão, Colômbia, USA, Canadá e África, abrilhantando eventos e compartilhando sua experiência na Capoeira e na área de Educação Física, na qual é Pós Graduada em Psicomotricidade.

Homenageado por Célio Alves dos Santos

 
Capoeira-Brasil-83-1024x768.jpg

Edevaldo Pereira dos Santos - Mestre Bola 7

Naturalidade: Jacobina - BA

Associação ou grupo pertencente: Capoeira Brasil

Biografia:

Edevaldo Pereira dos Santos, Mestre Bola7 nasceu 1971 na cidade de Jacobina Bahia, Iniciou a prática da Capoeira nos anos 80, na cidade de Jundiaí SP com Mestre Girino. Ministra aula de capoeira há 30 anos e possui experiência em trabalhos sociais com crianças e adolescentes que vivem em vulnerabilidade social.
Acredita que a capoeira é uma prática capaz de gerar um lugar de pertencimento e ao mesmo tempo auxilia a reforçar a identidade cultural, melhorando com isso a autoestima 8 de 10 e fornecendo uma perspectiva de vida, principalmente para os menos privilegiados, sendo uma tecnologia da educação e emancipação do indivíduo. Dirige sua academia Capoeira Brasil Mestre Bola7 e Projeto Capoeira e Cidadania em parceria com Poder Público da cidade. Supervisiona trabalhos em várias cidades da região e na Alemanha.

Homenageado por José Henrique Medeiros

 
Ordem_do_Mérito_Cultural_(OMC)_2015_(229

João Oliveira dos Santos - Mestre João Grande

Naturalidade: Itagi - BA

Associação ou grupo pertencente: 

Biografia:

João Oliveira dos Santos (Itagi, Bahia, 15 de janeiro de 1933), mais conhecido como Mestre João Grande, é um mestre da Capoeira Angola. Há mais de sessenta anos que tem na arte passando os ensinamentos que recebeu de Mestre Pastinha, pai da Capoeira Angola, e Mestre João Pequeno, seu primeiro professor e parceiro na capoeira. Hoje João Grande mora em Nova Iorque onde tem ensinado há mais de vinte e cinco anos na sua academia Capoeira Angola Center of Mestre João Grande e continua viajando pelo mundo fazendo aulas de capoeira de Angola.
Recebeu em 2015 a Ordem do Mérito Cultural.

 

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mestre_Jo%C3%A3o_Grande

Homenageado por Ava

 
1498942158.png

Carlos Alberto Lanatovitz - Mestre Catitu

Naturalidade: Guarulhos - SP

Associação ou grupo pertencente: Grupo Herança Cultural 

Biografia:

Carlos Alberto Lanatovitz , nascido em Guarulhos -SP, é Graduado em Educação Física, Mestre em Capoeira e Presidente da Associação Herança Cultural Capoeira. Tricampeão Paulista de Capoeira – 1990 Vice-Campeão Brasileiro de Capoeira – 1991; Campeão Brasileiro por dupla e equipe de Capoeira – 1991. Tetra – Campeão Guarulhense de Capoeira – 1989; além de dedicar-se à Capoeira como Desporto, Mestre Catitu demonstra à frente do seu Grupo, zelo pela trajetória da Capoeira e tem atuado junto ao Grupo da Salvaguarda da Capoeira de São Paulo, realizando trabalhos junto ao IPHAN.

Homenageado por Alexandre

 
capoeira_-244.jpg

Mauro Porto da Rocha - Mestre Maurão

Naturalidade:  Bahia

Associação ou grupo pertencente: Capoeira Mandinga

Biografia:

Fundador do grupo Capoeira Mandinga em 1994, reconhecido como um dos expoentes da capoeira brasileira, com sede em São Paulo, no bairro do Campo Belo e atua em outros 11 núcleos na Grande São Paulo e também nas cidades de São Sebastião (SP), Florianópolis (SC), Alvorada (RS) e Três Passos (RS). 
Mestre Maurão segue os fundamentos básicos da capoeira regional criada por Mestre Bimba, mantendo tradições antigas e incorporando alguns avanços da prática da capoeira. A filosofia de trabalho e os fundamentos adotados são passados pelo Mestre e sua equipe com extrema dedicação e respeito aos nossos antepassados. 
Por isso, a busca da base e o aperfeiçoamento não só da capoeira, mas também de outras manifestações da Cultura Afro-Brasileira como o maculelê, a puxada de rede e o samba de roda são de extrema importância dentro do conceito aplicado às atividades.
Essa preservação da Cultura Afro-Brasileira está inserida no método de ensino do Grupo, que faz um trabalho contínuo de pesquisa sobre danças típicas, contos, vestimentas, musicalidade, toques e cantos. O trabalho não está baseado somente em ensinar a cultura, mas, sobretudo em educar, formar e fortalecer os alunos de acordo com os princípios éticos e fundamentais para uma vida social digna.

Fonte: https://capoeiramandinga.wordpress.com/

Homenageado por Kleber Junior Moreira da Silva

 
32054011634_ac14f9bae7.jpg

Maria Cristina Bahia de Almeida - Mestra Morena

Naturalidade: 

Associação ou grupo pertencente: Grupo Cordão de Ouro

Biografia:

Maria Cristina Bahia de Almeida, Mestre Morena, atua no setor cultural desde 1980, desenvolvendo atividades artísticas na PUC do RJ. No Vale do Paraíba, atua em Guaratinguetá, em cursos de gestão no SENAC, BASF, EMBRAER. Possui 24 anos de trabalhos em eventos culturais; capacitação de jovens; atendimento pessoas deficientes; licitações na rede municipal atendendo crianças e adolescentes em 15 Escolas; divulgação da cultura brasileira em oficinas, orientações, supervisão e palestras em cidades brasileiras e no exterior.

 

Homenageado por Aldo Simões

 
875965_1.jpg

Marcelo Pereira - Mestre Marcelo Caveirinha

Naturalidade: São Paulo - SP

Associação ou grupo pertencente: 

Biografia:

Mestre Marcelo Pereira nasceu em São Paulo em 1959. Foi apresentado à Capoeira nas ruas e aos 14 anos foi encaminhado a um dos mais famosos mestres, Mestre Suassuna, co-fundador da “Associação de Capoeira Cordão de Ouro”, conhecido hoje como CDO. Mestre Marcelo obteve o grau de Mestre sob pupila do Mestre Suassuna e desde então tem ensinado Capoeira e promovido a cultura brasileira em nível internacional.

Homenageado por Takayuki Hashimoto

 
IMG-20210420-WA0120[1].jpg

Narciso Roberto da Silva - Mestre Narciso

Naturalidade: São Vicente - MG

Associação ou grupo pertencente: Associação Desportiva e Cultural Besouro Mangangá Capoeira

Biografia:

Narciso Roberto da Silva  (Mestre Narciso) da Associação Desportiva e Cultural Besouro Mangangá Capoeira (Mestre Lobão); nascido em São Vicente (MG), começou a treinar capoeira com 16 anos, quando ainda morava na roça. Foi em um carnaval, na década de 70, que ele tece contato com a capoeira de uma maneira mais formal e quando migrou para Jacareí - SP, passou a treinar em academia, inicialmente com Mestre Josias mais tarde, mudou se para São José dos Campos, por motivo de trabalho e passou a treinar com Mestre Lobão, estando até hoje na Besouro Mangangá.

Homenageado por Nilton Roberto da Silva

 
images.jpg

Roberto Teles de Oliveira - Mestre Sombra

Naturalidade: Santa Rosa de Lima - SE

Associação ou grupo pertencente: Grupo Sensala

Biografia:

Roberto Teles de Oliveira (Mestre Sombra) -  Nascido em '06/02/1942 no município de Santa Rosa de Lima, Sergipe. Em 1962, deixou seu estado natal, estabelecendo-se em Santos. Desde 1972 está à frente da Academia de Capoeira Senzala tem formado várias gerações de professores e mestres, sendo a obra de Mestre Sombra reconhecida na Baixada Santista através dos inúmeros eventos e apresentações em que a associação participa. Mais de 5 mil alunos passaram pela Senzala, formando mestres que difundiram a cultura da capoeira internacionalmente e, por consequência, levando a Senzala e a Língua Portuguesa a muitos países.

Homenageado por Arthur Sabino Roque

 
download.jpg

Antônio Cardoso Andrade - Mestre Brasília

Naturalidade: Alagoinha - AL

Associação ou grupo pertencente: 

Biografia:

Antônio Cardoso Andrade, mais conhecido como Mestre Brasília (Alagoinhas, 29 de maio de 1942) é um capoeira brasileiro. Mestre Brasília - É discípulo de Mestre Canjiquinha que por sua vez aprendeu capoeira com Antônio Raimundo - o legendário Mestre Aberrêque aprendeu com o escravo Benedito. Mestre Brasilia treinou e conviveu também com mestres renomados como Mestre Bimba, Onça, Limão, Silvestre, Suassuna, Joel, Zé de Freitas entre outros. É pioneiro da capoeira de São Paulo junto com o Mestre Suassuna. Fundou o grupo Cordão de Ouro com Mestre Suassuna e depois desligou-se criando a Associação de Capoeira São Bento Grande.[1]

Brasilia é compositor de diversas músicas entre capoeira, samba, puxada de rede, maculelê e outros ritmos brasileiros, já escreveu 2 livros,[carece de fontes] entre eles Vivência e Fundamentos de um Mestre de Capoeira, publicado pela editora Circuito LW,[2] sobre sua trajetória e a capoeira e gravou discos e DVDs que reúnem composições próprias e obras do cancionário de domínio popular brasileiro.  

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mestre_Bras%C3%ADlia

Homenageado por Narciso Roberto da Silva

 
pinatti.png

Djamir Furtado Pinatti - Mestre Pinatti

Naturalidade: Orlândia - SP

Associação ou grupo pertencente: 

Biografia:

Djamir Furtado Pinatti, é paulista de Orlândia, nascido em 13 de Abril de 1930 é um dos precursores da capoeira de São Paulo e autor da primeira revista de capoeira, de título “Capoeira”, que circulou na década de 80. É um dos fundadores da Associação de Capoeira São Bento Pequeno (1969), que foi uma das fundadoras da Federação Paulista de Capoeira.Nos anos 70 eram poucas academias que poderiam ser contadas no dedo em São Paulo, como a do Mestre Suassuna, Zé de Freitas, limão, Silvestre,Zumbi, Brasília e etc. e Contemporânea a essa época a academia do Mestre Pinatti. Inicialmente treinou Judo e Karate, e hoje Com Inúmeros Mestres Formados Tais como Mestre Borracha, Mestre Paulinho Baraúna e muitos outros e acreditem ele mesmo começou a aprender capoeira com o Livro ” Capoeira sem Mestre” do Lamartine Pereira da Costa, e depois com o Mestre Zé de Freitas que dava aula na CMTC( antiga empresa de ônibus em São Paulo)

Fonte: https://www.congodeouro.com.br/conhecam-o-mestre-pinatti/

Homenageado por Bruna Pereira Parmejani

 
saci.png

Sidnei Aparecido Reis - Mestre Saci

Naturalidade:  São José dos Campos - SP

Associação ou grupo pertencente: Escola de Capoeira Angola Raiz Negra

Biografia:

Nascido e criado em São José dos Campos em 31 de dezembro de 1971, formado em Educação Física pela UNIVAP em 2012, ingressou na Capoeira na década de 80 à procura por uma atividade na qual se sentisse representado por sua origem afro brasileira. Assim ingressou na academia de Capoeira Besouro Mangangá coordenada pelo Mestre Everaldo Bispo de Souza (Mestre Lobão), personalidade que tem enorme participação tanto pessoal como profissional em sua vida. Em 1990, conheceu uma pessoa que transformou seu modo de ver e sentir a Capoeira, graças a uma visão de
plenitude e essência desta arte. Foi quando Mestre Claudio Costa chegou a São José dos Campos para ministrar oficina de Capoeira Angola, a qual encantou Mestre Saci “Foi onde eu nasci pra Capoeira Angola” (SIC). Através de várias vindas e vivências com o Mestre Claudio, nasceu grande vínculo como aluno e mestre. Ao dar continuidade aos ensinamentos que lhe foi passado, mestre Saci tornou-se então o primeiro capoeirista praticante de Capoeira Angola no Vale do Paraíba. Em 2000, desliga-se da Besouro Mangangá, à qual é muito grato, para se dedicar exclusivamente à Capoeira Angola. Nesse mesmo ano, integra-se à Escola de Capoeira Angola Raiz Negra, coordenada pelo Mestre Dominguinhos, em parceria de compromisso e amizade que foi salutar para ambos. Em 2018, foi reconhecido mestre de Capoeira Angola pela comunidade capoeirística, com a anuência de seus mestres (Lobão, Claudio e Dominguinhos) no evento “Só é tempo no tempo”, durante o qual houve o lançamento de seu CD autoral que leva o mesmo título.
Em 1996 foi pela primeira vez à Bahia num encontro intitulado “Os guardiães da Capoeira Angola”, onde esteve com vários Mestres. Já ministrou workshops na Europa (Suécia 2004) e no Brasil; palestras na UNIVAP e oficinas pelo SESC. Também participou da peça “O pagador de promessa” pela CIA Teatro da Cidade de São José dos Campos e realizou evento com a participação do Mestre Moraes em 2019. Em 2020, participou do “VI Encontro Cultural de Capoeira Angola” (FCCR) na roda de conversa “Os mestres mais antigos de São José dos Campos” representando o mestre mais antigo na Capoeira Angola; e ministrou oficina de movimento no Evento “Angoleiros do Sertão – BA”. Participou do programa a palavra é sua, também do podcast UBUNTO # 38 – Capoeira é tudo menos uma coisa só. Hoje, coordena seu grupo sempre ligado a causas da diáspora africana entre outras.

 

“Capoeira Angola é ver o mundo de cabeça pra baixo e dar a volta por cima através do auto conhecimento” (Mestre Pastinha).

Homenageado por Camila Nogueira

 
img_9454tehty.jpg

Raimundo Cesar Alves de Almeida - Mestre Itapoan

Naturalidade:  Salvador - BA

Associação ou grupo pertencente: Associação Brasileira dos Professores de Capoeira (ABPC)

Biografia:

Raimundo Cesar Alves de Almeida, nasceu em 13 de Agosto de 1947 em Salvador Bahia e é conhecido no universo da Capoeira como Mestre Itapoan, ganhou este apelido por morar em Itapoã bairro de Salvador.
Começou a praticar Capoeira em 22 de Setembro de 1964 aos 17 anos. Era aluno do Mestre Bimba com quem muito se identificava, e fazia todos os seus cursos. Em 1965 se formou recebendo o lenço azul, no ano seguinte fez um curso de especialização que lhe daria o lenço vermelho. Em 1967 recebeu o lenço amarelo por ter terminado o curso de especialização.
Em 1970 Mestre Bimba organizou um torneio de formados. Mestre Itapoan foi o campeão na categoria absoluto, um ano depois foi campeão absoluto e campeão de duplas dos Jogos Universitários Baianos.
Com Mestre Bimba, ele treinou até 1972, pos foi o ano em que Mestre Bimba decidiu mudar-se para Goiás. Mestre Itapoan resolveu ter seu próprio trabalho e junto com Hélio Xaréu fundou ainda em 1972 a GINGA ASSOCIAÇÃO DE CAPOEIRA.
Três anos depois, foi campeão da "Taça Mestre Bimba no Jubileu de Prata F.B.P." como técnico da GINGA. Também como técnico foi tricampeão baiano de Capoeira nos anos de 1976, 77 e 78.
Em 1980 Mestre Itapoan fundou a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PROFESSORES DE CAPOEIRA (A.B.P.C.), da qual é Presidente. Incansável, fundou ainda a FEDERAÇÃO BAIANA DE CAPOEIRA em 1983 e faz parte do Conselho de Mestres .
Em 1982 lançou o primeiro de vários livros que já escreveu, com o seguinte título "BIMBA, O PERFIL DO MESTRE", após este vieram "ATENILO, O RELAMPAGO DA CAPOEIRA REGIONAL"; "A BIBLIOGRAFIA CRÍTICA DA CAPOEIRA" e "A SAGA DO MESTRE BIMBA".
Lançou ainda a REVISTA NEGAÇA que já está no quarto volume.
Foi agraciado com a MEDALHA DO MÉRITO DESPORTIVO NACIONAL, por indicação do Presidente do CND, MANOEL TUBINO, aprovado pelo MEC, pelo Ministro CARLOS SANTANA e autorizado pelo então Presidente da República JOSÉ SARNEY, em 1992.
Além da vasta experiência na Capoeira, Mestre Itapoan é formado em ODONTOLOGIA desde 1975. É CIRURGIÃO DENTISTA, Professor Adjunto da UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA, dando aulas de ENDODONTIA e vice-presidente do departamento de ODONTOLOGIA RESTAURADORA.

Fonte: http://capoeira.art.br/site/site/administrator/itapoan.htm

Homenageado por Reginaldo José Evangelista

 
ex-presid-em.jpg

Esdras Magalhães dos Santos Filho - Mestre Esdras Filho

Naturalidade:  Salvador - BA

Associação ou grupo pertencente: Associação Desportiva e Cultural Besouro Mangangá Capoeira

Autobiografia:

Mestre Damião, Esdras Magalhães dos Santos, casado com Maria Fernades Fagiomato dos Santos morou em várias cidades, até no estrangeiro e por onde passou deixou suas pegadas de Mestre da Capoeira. Sua saga está contada no livro conversando sobre Capoeira. Sou seu o filho mais velho e comecei muito cedo a aprender a Capoeira. Foi aos sete anos, em 1960 na cidade de Brasília recém inaugurada. Tinha acabado de entrar no primeiro ano do curso  primário e ele em casa, na sala, geralmente aos domingos começou a me ensinar a me defender com a Capoeira. 
O Treino era basicamente Benção, Ponteira na canela e na genitália, Rasteira em pé, boca de calça e martelo, esquivas de lado e para trás, defesa de de socos e pontapés, além de algumas recomendações tipo carregar sempre uma pedra no bolso da calça, Não ter medo de correr, gritar por socorro, morder, era o  manual de sobrevivência.
Dei minha primeira rasteira com a idade de 8 anos na escola( a primeira rasteira a gente não esquece) O Mestre foi chamado na escola, foi a primeira de muitas vezes. Quando chegamos ele pediu para que lhe apontasse o  menino com quem tinha brigado. O menino era maior e mais robusto do que eu. O Mestre  fez meia volta e foi cuidar dos seus afazeres.
O período de 63 e 64 moramos em Washington nos USA. os treinos eram os mesmos com alguns acréscimos tipo como cair e sem se machucar, se de fender do chão tanto na negativa como na queda de quatro chutar a canela, o  joelho e até a genitália do adversário e se levantar rápido dando coice e estar sempre na guarda da capoeira.
Nesse o que mais me lembro é de ter brigado muito na escola, 0nde cursei o terceiro e quarto ano primário e o mestre foi chamado algumas vezes na escola, mas sempre aprovou a minha conduta.
Voltando ao Brasil, no ano de 65, os treinos ficaram rarefeitos, pois a noite e aos finais de semana  estudava para a seleção para o curso de oficiais  da Aeronáutica.
O ano de 66 passamos a morar em Curitiba onde o Mestre Fez o Curso de Oficiais especialistas da Aeronáutica. Também tive pouco treino com o mestre e foi onde tomei minha primeira surra numa briga. na saída da escola, um colega mexeu atoa  com um cara mais velho, tínhamos 13 anos o cara uns 16 anos. O cara decidiu parar para tirar satisfação e eu comprei a briga.. O cara era bom boxer, tomei muita porrada e doeu, não consegui encará-lo.  O mestre me perguntou o que tinha acontecido. E quando lhe contei que o cara era bom pudera e ele falou que o único adversário a altura da Capoeira e me ensinou a enfrentar o boxe com a Capoeira.
Em 67 chegamos em São José dos Campos no final de Abril e a partir de meados de 68 retomamos os treinos da Capoeira, agora treinando a Sequência de ataque e defesa  da Regional Baiana. 
esses treinos eram aos Sábados ou domingos, uma vez por semana na quadra de esporte do CTA. Na Regional, O jogo é o desenrolar da sequência de movimentos. Aí o mestre vai acrescentando novas sequências num desenrolar ad infinitum 
e cada capoeirista vai  criando as suas sequências e assim a Capoeira é uma criação que nunca acaba, está sempre se reinventando, num processo contínuo de vir a ser.
Em 69, em torno de Abril o Mestre foi convidado por alguns alunos do ITA a lhes ensinar Capoeira e assim começou o grupo de Capoeira do ITA.
Eram jovens de várias regiões do país, alguns com algum treino de Capoeira, outros com algum contato e alguns que só ouviram falar da Capoeira.
Os Treinos eram duas vezes por semana às terças e quintas feira, às 19hs, se não me falha a memória.
O Treino consistia no prática dos golpes de ataque e defesa, esquivas, quedas, de defesa pessoal com a Capoeira, e o treina da sequência de movimentos da Regional, preparando os praticantes para o jogo da Capoeira.
Em junho o Mestre travou contato com O Mestre Suassuna e fomos visitar a Cordão de Ouro, na Época na rua das Palmeiras. A partir daí o Mestre adotou o mestre Suassuna, no bom sentido, por causa da idade, O pai já com os seus 40 anos e o Suassuna com 24 anos e eu com meus 16 anos.
Nesse mesmo ano Convidou o Suassuna para uma apresentação da Capoeira em São José dos Campos. A apresentação fez parte da comemoração da Semana Da Asa e apresentação foi no ginásio de esportes do CTA, com a participação do grupo de Capoeira do ITA.
No Começo de 70, Mestre Damião me matriculou na Cordão de Ouro para continuar meus treinos com o Mestre Suassuna.
Durante o ano de 70 Treinava as terças e quintas com o grupo do ITA e nos Finais de Semana com o Suassuna em São Paulo na Cordão de Ouro.
A partir de Agosto, o Mestre Damião me colocou como Contra Mestre do Grupo do ITA, deixando os treinos comigo e supervisionando vez ou outra.
Na Cordão de ouro, tínhamos roda  de Capoeira na sexta a partir das19hs até as 21hs ou 22hs, 
Nas manhãs de Sábados tínhamos treinos de manhã e à tarde quando não tínhamos algum evento externo, exibição de Capoeira em algum lugar e no Domingo íamos jogar Capoeira a Praça da República.
Essa foi a minha rotina de Capoeira em 1970. 
No meio desse ano o Suassuna selecionou os alunos que tinham condições de serem formados e começou reuni-los para treino aos Sábados. Ali estreitamos o nosso relacionamento, treinávamos feito loucos e trocamos experiências e conhecimento em relação a Capoeira. Somos a primeira turma de formados da Cordão de Ouro. Foi nesses treinos que conheci o Lobão, grande Mestre de Capoeira, grande amigo.
No final desse ano o Mestre me falou que estava com a ideia de montar uma Academia de Capoeira na Cidade de São José  dos Campos e me convidou para ministrar a Capoeira. Falei a ele que teria que pedir a Benção ao Mestre Suassuna. Ele estava tão animado com a ideia que se prontificou a falar com o Mestre Suassuna, mas eu disse que eu é que teria que falar com o Mestre Suassuna.
Tempos depois, na Cordão de Ouro falei com Mestre Suassuna que disse que o  Tenente ( assim ele chamava o Mestre Damião) já falou comigo e eu concordei. Você está autorizado a dar aulas de Capoeira.
Mestre Damião não queria que eu parasse meus estudos, ao contrário, queria que eu continuasse os estudos. Então sugeriu que eu convidasse alguém do Grupo da Cordão de Ouro para vir dar aula na Academia em São José dos Campos.
Mas uma vez fui falar com o mestre Suassuna que me perguntou quem eu pretendia convidar eu disse que pretendia convidar o lobão ele gostou da escolha. E ele mesmo tratou de falar com o Lobão que aceitou e com isso o time estava montado, Eu e o Mestre Lobão na linha de frente, tendo por trás Mestre Damião e Mestre Suassuna, não tinha como dar errado.
O nome Besouro Mangangá  fui eu que escolhi, também consultando Mestre Damião e Mestre Suassuna.
Mestrei Capoeira na Besouro Mangangá de 71 a 73. Em 74 Fiz o curso Técnico em Controle de Tráfego Aéreo no Instituto de Proteção ao Vôo, no CTA, curso esse com 8 hs diárias de aula, no qual também montei um grupo de Capoeira. Em 1996 comecei o Curso de Engenharia Civil na Faculdade de Engenharia de São José dos Campos, onde também dei aula de capoeira e depois de formado, consegui uma colocação em São Paulo e desde de então venho me dedicando a minha profissão. Mas a Capoeira está incorporada no meu ser. O meu ser é Capoeira. Sou Capoeira.

Homenageado por Renato do Nascimento Grunervald

 

Ponciano Almeida - Mestre Ponciano

Naturalidade:  Guaratinguetá

Associação ou grupo pertencente: Grupo Cordão de Ouro Guaratinguetá

Autobiografia:

Iniciei meu primeiro trabalho, em 1979, com a Educação Física em uma Escola e utilizei a Capoeira como uma ferramenta. Com o passar dos anos percebi que através da Capoeira alcançava os objetivos pedagógicos e na inclusão com mais facilidade.
Minha paixão utilizar a Capoeira para promover a integração, transformação, educação, formação, profissionalização, inclusão na sociedade.

 

Biografia:

Em 1974, Cledir Fitipaldi, carioca de Resende, vem estudar no Colégio Técnico em Guaratinguetá, SP, e ensina Capoeira os irmãos Zé Antônio, Ponciano e alguns amigos.

Através da Capoeira Mestre Ponciano desenvolve um forte trabalho com crianças e jovens e inaugura a primeira academia na cidade, agregando várias atividades, festivais, colônia de férias e projetos sociais.

Em 1981, Ponciano inicia os treinos com Mestre Suassuna, presidente e fundador do Grupo Cordão de Ouro, e une o trabalho realizado por ele e seu irmão em Guaratinguetá, SP, Vale do Paraíba ao do seu Mestre Suassuna, fazendo surgir a primeira academia de capoeira na cidade.

No ano de 1988, foi formado em Capoeira por Mestre Reinaldo Ramos Suassuna.

Graduado Mestre 1º. Grau em 1996, por seu Mestre.

Graduado Mestre Cordão Branco, 2005 por Mestre Suassuna.

Graduado Mestre Branco e Ouro, em 2017, por Mestre Suassuna nos "50 Anos Dia de Ouro da Cordão".

Mestre Ponciano é Professor de Educação Física, Técnico em Ginástica Olímpica, e Pedagogo. 

Formou: 23 jovens, profissionais capacitados a trabalhar com a capoeira; 04 contramestres e 09 mestres.

Fundou Associação Capoeira Especial em 2003 e criou o Projeto Social "Capoeira em Comunidades".

Foi responsável por supervisionar Projetos de Capoeira nas Escolas Municipais de Guaratinguetá 2003/5 em 10 Escolas atendeu mais de 3000 crianças; 2007/8 - em 15 Escolas atendeu 5348 crianças de 1ª. A 4ª. Série, junto a Secretaria da Educação de Guaratinguetá.

Criador do Programa Capoeira Inclusiva e adaptada em Guaratinguetá, agregou outras atividades culturais, esportivas e educacionais aos seus projetos. O Programa Capoeira Inclusiva e Adaptada é o de maior destaque por seu pioneirismo no mundo, seu impacto na vida das pessoas com deficiências em todo mundo.

Orienta e Supervisiona grupos de Capoeira em vários estados brasileiros, instituições públicas e privadas e profissionais; pesquisa e apresentação de conteúdo para universitários e universidades; Profissionais formados e filiados a Cordão de Ouro de Guaratinguetá.

 

Fonte: https://ponciano-almeida.webnode.com

Homenageado por Maria da Graça Buttignol Travesso

............................................................

 
IMG-20190914-WA0000.jpg

Nome: Carlos Alves da Silva

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: Capoeira Sete Cordões de Ouro

Autobiografia:

............................................................

aruana.png
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

Curisco_SEA+Background.jpeg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

COREBA.jpg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

mestre.jpg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

photo_mestre.jpg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

381829016_1682b65afe_k.jpg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

12973185_1201304486577134_88782828665551
 
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

thumb.jpg

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

dentinho.png
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

pp.jpg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

1537037166.png
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

mestre medicina (2).jpg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

mpaulo3.jpg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

angoleiros_do_sertao_2-543958.jpg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

72414188_2973041006044238_21602160871389
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

15027443_1224884580888469_30445572491484
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

DSC07704.JPG
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

10838223_10203409449656595_6484900177113
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

65188278_2269023429845947_86569410382098
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

Tarzan-278x300.jpg
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

27023343_1948756421805431_32682258097339
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

27023343_1948756421805431_32682258097339
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

27023343_1948756421805431_32682258097339
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

27023343_1948756421805431_32682258097339
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

27023343_1948756421805431_32682258097339
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

27023343_1948756421805431_32682258097339
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

27023343_1948756421805431_32682258097339
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

27023343_1948756421805431_32682258097339
 

Nome

Naturalidade:  

Associação ou grupo pertencente: 

Autobiografia:

............................................................

27023343_1948756421805431_32682258097339